social facebook social twitter social youtube

Apresentação

01“[...]. É Cristo que atua no tempo e que escreve, precisamente Ele, a sua história, de maneira que os nossos pedaços de papel são ecos e vestígios desta passagem da Igreja, ou melhor, da passagem do Senhor Jesus no mundo. E eis que, então, o ter o culto destes papéis, dos documentos, dos arquivos, quer dizer, por repercussão, ter o culto de Cristo, ter o sentido da Igreja, dar a nós mesmos e dar a quem vier a história da passagem desta fase do transitus Domini no mundo.”
Paulo VI, Alocução Aos Arquivistas Eclesiásticos, 26 de Setembro de 1963.

O Arquivo Arquidiocesano, organismo da Cúria Metropolitana conforme disposição do Código de Direito Canônico (Capítulo II Art. 2º Cân.486§1) tem como atribuição prioritária zelar pelo patrimônio documental da Arquidiocese de Juiz de Fora. A gestão desse conjunto documental prevê a implantação e o desenvolvimento de uma política para os arquivos da Arquidiocese de Juiz de Fora no âmbito de seu tratamento técnico, conservação e preservação, elaboração dos instrumentos de controle e de pesquisa, garantindo o pleno acesso do cidadão à informação, tanto para a defesa de seus direitos, quanto para a produção do conhecimento científico e cultural.